Prefeitura testa sistema sustentável para limpeza de espaços públicos

Compartilhe!

Executivo está estudando a viabilidade de implantação de eco jateamento para serviços de manutenção no município.

 

 

Na última semana a Prefeitura da Estância de Atibaia testou uma novidade que pode auxiliar nos serviços de manutenção no município e contribuir para o embelezamento da cidade: um sistema sustentável de eco jateamento para limpeza de espaços públicos.
O prefeito da Estância de Atibaia, Saulo Pedroso de Souza, esteve na Praça dos Três Poderes (próximo à Prefeitura e à Câmara) na última sexta-feira (6), acompanhado do secretário de Serviços, Ricardo Freire, e equipe, durante uma demonstração do sistema em uma estátua em homenagem ao Dr. Zeferino Alves do Amaral existente no local. “O sistema auxilia na remoção de pichações, sujeira e ferrugem utilizando pouca quantidade de água e pó natural para limpar paredes, estátuas, bancos e outros materiais”, descreveu o chefe do Executivo.
Com apelo ecológico, o sistema utiliza apenas abrasivos minerais e naturais, totalmente inertes. Dessa forma, não há interferências ambientais com o descarte do material resultante da limpeza, um receio que envolve a grande maioria das soluções de mercado, que contam com base química.
A extrema simplicidade de uso e manutenção, associada à alta possibilidade de ajustes, torna o sistema muito versátil, permitindo vasta aplicação nas mais variadas superfícies, como inox, alumínio, ferro, bronze, madeira, vidro, mármore, tijolos, alvenaria, concreto, etc. O sistema proporciona resultados expressivos, com ganhos de produtividade e considerável economia em relação a mão de obra, consumíveis e energia.
Vale lembrar que recentemente a Prefeitura também testou uma tecnologia que minimiza danos ao meio ambiente e despesas operacionais e ainda pode ajudar a evitar alagamentos na cidade, especialmente em períodos de chuvas intensas: o bueiro inteligente, sistema com um cesto coletor que impede a passagem de resíduos até a tubulação, além de um sensor volumétrico que monitora o nível de enchimento, emitindo um alerta às equipes de limpeza quando a capacidade do sistema é atingida.
A viabilidade de implantação de ambas as ferramentas – bueiro inteligente e eco jateamento para limpeza de espaços públicos – está sendo estudada pelo Poder Executivo. “Atibaia continua na vanguarda, buscando soluções inovadoras em diversas áreas, como agora na zeladoria, a exemplo desse sistema de conservação e restauro do patrimônio histórico e cultural. Deixar a cidade e os serviços da Prefeitura mais modernos e eficientes tem sido o desafio da Administração Municipal. Agora, a equipe técnica da Prefeitura estuda a viabilidade de implantação desses equipamentos, seguindo todos os trâmites legais”, salientou o prefeito.

Deixe uma resposta