5ª Dobrada Cultural agita final de semana em Atibaia

Compartilhe!

Programação começou na quinta-feira (5) com atrações que homenagearam, celebraram e refletiram sobre o Dia Internacional da Mulher.

Projeto cultural criado em 2015 para fomentar a cultura durante a “dobradinha” dos meses de março e abril, a 5ª edição da Dobrada Cultural começou com o lançamento no Centro de Convenções e Eventos Victor Brecheret do 1º disco de Lu Abram, “Canta que serei feliz”. A cantora e compositora de Atibaia se apresentou ao lado dos músicos Luizinho 7 cordas e Rafael Schimidt, misturando samba e viola caipira em canções de sua autoria e interpretações. A cantora volta a se apresentar ao lado de outras artistas no “Concerto Voz de Mulher”, que também integra a programação desta edição da Dobrada, no dia 26/3.

No sábado (7), o Coletivo de Ceramistas de Atibaia e Região abriu sua primeira exposição em conjunto “Modelando o Feminino”, no Centro Cultural André Carneiro. A exposição vai até o dia 8/4 e reúne trabalhos individuais e um painel coletivo produzido pelas 9 ceramistas que integram o grupo. Sob a temática do feminino e seus contornos, a exposição passeia pelos diversos estilos da arte em cerâmica, buscando ampliar a percepção e provocar a reflexão sobre a história figurativa da mulher, suas curvas, expressões, papel e consciência.

No Dia Internacional da Mulher (8), aconteceu a estreia da exposição fotográfica “Permita-se”, de Ana Cris Aur. Aberta à visitação até o dia 29/4, a exposição interativa retrata o despertar do sagrado feminino sob a luz dos arquétipos das deusas mitológicas e convida o visitante a percorrer as fotografias de 20 mulheres ao som de uma playlist preparada pela artista e acessível por “QR Code”, registrando fotograficamente, ao final, aquilo que mais o emocionou.

A Dobrada Cultural apenas começou e a programação conta ainda com diversas atrações de dança, música, teatro, fotografia e literatura. Amanhã (11) acontece a oficina de criação de curtas com celular “Anima Cel”, na Casa de Cultura Jandira Massoni, e no dia 14 (sábado), a tarde de autógrafos e lançamento do livro “Antenado”, de Georges Elia Zaki, também na Casa de Cultura. No domingo (15), temos as apresentações da Caravana da Viola, no coreto Sílvio Caldas, e da Corporação Musical 24 de Outubro, no Centro Cultural André Carneiro. Todos os eventos têm entrada franca, confira os detalhes e a programação completa em: www.atibaia.sp.gov.br

Lançamento do livro Antenado

Um dos eventos desta edição será o lançamento do livro “Antenado”, com uma tarde de autógrafos com o autor Georges Elia Zaki. O evento acontecerá neste sábado, dia 14 de março, na Casa da Cultura Jandira Massoni, às 15h.

O autor e escritor do livro que será lançado nasceu no Egito, na cidade de Cairo, no ano de 1941. Formado em Engenharia Civil e professor universitário, foi membro de várias instituições, nacionais e internacionais. Ao longo de sua carreira trabalhou em diversos países. Há vinte anos escolheu a cidade de Atibaia para fixar residência, onde recebeu prêmios literários e homenagens. Seu primeiro livro, publicado em2014, foi “O Labirinto do Passado”. Desde então, Georges vem se dedicando à escrita e publicando seus livros ano a ano.

O nome do livro, “Antenado”, significa estar ciente dos acontecimentos, igual a uma antena que capta tudo o que está ao seu alcance. O autor seguiu a ideia de nomes curtos com palavras simples nos seus últimos cinco livros publicados, tornando a obra compreensível para todos. Neste livro constam poemas, fatos e acontecimentos reais. O leitor vai encontrar histórias e pesquisas sobre a Terra, astronomia, divindades, fé, esperança, heróis e heroínas, saudade, índios do Brasil, entre outros assuntos.

Deixe uma resposta