IML de Bragança Paulista volta a realizar exames necroscópicos

Compartilhe!

Desde o ano passado, as atividades estavam sendo realizadas pelo IML de Jundiaí, que acabou se sobrecarregando com a demanda de municípios que integram a Região Bragantina.

A Superintendência da Polícia Técnico-Científica, vinculada à Secretaria de Estado da Segurança Pública, confirmou nesta quinta-feira (18) que o Instituto Médico Legal (IML) de Bragança Paulista regularizou as atividades e retomou a realização dos exames necroscópicos. Desde o ano passado, as atividades estavam sendo realizadas pelo IML de Jundiaí, que acabou se sobrecarregando com a demanda de municípios que integram a Região Bragantina.

A confirmação atende reivindicação do deputado Edmir Chedid (DEM), que havia demonstrado sua insatisfação ao governo estadual – por meio de requerimentos e de reuniões na Secretaria – referente aos prejuízos provocados à comunidade. “A confirmação é de que dois médicos legistas já atuam em Bragança Paulista em benefício da nossa comunidade. Com isso, o município-sede da atividade volta a ser Bragança Paulista; Jundiaí também se beneficiou”, garantiu.

Além do município-sede, o IML voltou a realizar os exames necroscópicos dos casos registrados em Águas de Lindóia, Amparo, Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Joanópolis, Lindoia, Monte Alegre do Sul, Nazaré Paulista, Pedra Bela, Pinhalzinho, Piracaia, Serra Negra, Tuiuti e Vargem. “Apesar do volume de trabalho, os dois médicos legistas já conseguiram regularizar a situação do IML de Bragança Paulista, informou a Superintendência da Polícia Técnico-Científica”.

Os dois profissionais integram a Equipe de Perícias Médico Legal (EPML), responsável pelos exames necroscópicos e pela emissão de laudos à Polícia Técnico-Científica nos casos de morte violenta (por acidente de trânsito ou de trabalho, homicídio, suicídio etc.); morte suspeita ou morte natural de pessoa não identificada. “Nos casos de morte por falta de assistência médica ou causas naturais os corpos são levados para o Serviço de Verificação de Óbito (SVO)”, disse.

Indicações

Desde que as atividades foram interrompidas em Bragança Paulista, o deputado Edmir Chedid apresentou uma série de requerimentos à Secretaria de Estado da Segurança Pública com o intuito de garantir o retorno imediato do atendimento prestado pela unidade local do IML. Também participou de reuniões com o governador e o vice-governador do Estado, João Doria e Rodrigo Garcia, respectivamente, para solucionar os problemas que afetavam a comunidade.

“A situação de Bragança Paulista infelizmente era similar a de outros municípios do Estado, que continuam sem a Equipe de Perícias Médico Legal. A Superintendência, no entanto, informou que a falta de profissionais é resultado das exonerações realizadas nos últimos anos. E que para reverter esta situação já autorizou a realização de concurso público para a contratação imediata de 189 médicos legistas, o que deverá ocorrer no próximo ano”, explicou Edmir Chedid.

IML

O Instituto Médico Legal está subordinado à Superintendência da Polícia Técnico-Científica e foi criado com o intuito de fornecer bases técnicas em Medicina Legal para o julgamento de causas criminais. A mais conhecida das funções é a necropsia – conhecida como autópsia – exame do indivíduo após a morte. “No entanto, associar o IML exclusivamente às necropsias é errado, pois este tipo de exame constitui-se em apenas 30% do movimento do instituto”, comentou.

De acordo com o parlamentar, a maior parte do atendimento (70%) é dada a indivíduos vivos, pessoas que foram vítimas de acidentes de trânsito, agressões, acidentes de trabalho etc. “Na prática, isso demonstra a importância da reativação dos serviços do IML de Bragança Paulista. Agora, já atuamos aqui na Assembleia Legislativa e junto ao governo estadual para garantir que outros municípios recebam estes profissionais e também regularizem as atividades do IML”, finalizou.

Deixe uma resposta