Atibaia chegou a 542 postos de trabalho até agosto na diferença entre admissões e demissões

Compartilhe!

Em termos setoriais, houve crescimento em sete dos oito setores econômicos, em nível nacional. Os dados registram expansão no nível de emprego.

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) informou que o emprego formal apresentou expansão em agosto de 2018, da ordem de +110.431 postos de trabalho, equivalente à variação de +0,29% em relação ao mês anterior.
Esse resultado decorreu de 1.353.422 admissões e de 1.242.991 desligamentos. No acumulado do ano, houve crescimento de +568.551 empregos, representando variação de +1,50%. Nos últimos doze meses, verificou-se acréscimo de +356.852 postos de trabalho, correspondente à variação de +0,94%.
Em Atibaia, o comportamento foi positivo até o oitavo mês do ano. A diferença entre desligamentos e admissões foi de 542 postos de trabalho entre janeiro e agosto/2018. A cidade fechou 2017 no negativo, com deficit de 396 postos.
SETOR DE ATIVIDADE
Em termos setoriais, houve crescimento em sete dos oito setores econômicos. Os dados registram expansão no nível de emprego nos setores de Serviços (66.256 postos), Comércio (17.859 postos), Indústria de Transformação (15.764 postos), Construção Civil (11.800 postos), Serviços Industriais de Utilidade Pública (SIUP) (1.240 postos), Extrativa Mineral (467 postos) e Administração Pública (394 postos).
Verificou-se queda no nível de emprego apenas no setor da Agropecuária (-3.349 postos). O setor de Serviços foi o principal destaque de agosto/2018. Foram registradas 585.653 admissões e 519.397 desligamentos, ocasionando saldo de +66.256 postos, correspondendo ao crescimento de +0,39% sobre o mês anterior.
TOTALIDADE DE SUBSETORES
A totalidade dos seis subsetores apresentou saldo positivo de emprego, a saber: ensino (20.338 postos, +1,17%), comércio e administração de imóveis, valores mobiliários e serviço técnico (saldo de 18.074 postos, +0,38%), serviços de alojamento, alimentação, reparação, manutenção e redação (12.832 postos, +0,23%), serviços médicos, odontológicos e veterinários (8.525 postos, +0,40%), transportes e comunicações (5.576 postos, +0,26%) e instituições de crédito, seguros e capitalização (911 postos, +0,14%).
O setor do comércio registrou o segundo saldo positivo mais expressivo do mês de agosto/2018. Foram registradas 322.513 admissões e 304.654 desligamentos, implicando saldo de +17.859 postos de trabalho, correspondendo ao crescimento de +0,20% sobre o mês anterior. Esse resultado foi impulsionado tanto pelo subsetor do comércio varejista (14.019 postos formais, +0,19%) quanto pelo subsetor do comércio atacadista (3.840 empregos, +0,24%).
A indústria de transformação apresentou o terceiro saldo positivo mais expressivo em agosto/2018. Foram registradas 224.626 admissões e 208.862 desligamentos, ocasionando saldo de +15.764 postos, correspondendo à expansão de +0,22% sobre o mês anterior. O setor da construção civil registrou o quarto saldo positivo mais expressivo do mês de Agosto/2018. Foram registradas 125.891 admissões e 114.091 desligamentos, implicando saldo de +11.800 postos de trabalho, equivalente à expansão de +0,57% em relação ao mês anterior.

Deixe uma resposta