UMA NOTA DE CEM REAIS

Cheguei em casa e logo já enfiei a mão no bolso para pegar o maço de cédulas que  havia sacado do  Banco Santander. Contei o dinheiro e deu oitenta reais, oito notas de dez reais.

Estranhei. Não é possível, pensei. Eu saquei cento e oitenta reais. Mas contei o dinheiro e deu só oitenta reais.

Que será que aconteceu? Quando estava voltando pra casa me teriam roubado cem reais? Ou eu deixei cair essa nota de cem na rua,quando estava voltando para casa?Pode ser que eu tenha esquecido essa nota no balcão do Banco ou eu a tenha deixado  cair ali no chão da entrada do Banco

Pensei um pouco e resolvi votar ao Banco. Aochegar lá, dirigi-me ao caixa eletrônico para ver meu extrato. Ao ler o extrato,  observei o saque que fizera há alguns minutos.

Vejam só que surpresa, meus caros leitores. O saque foi de oitenta reais e não cento e oitenta

O que aconteceu foi o seguinte: quando fui fazer o saque no caixa eletrônico um senhor calvo, moreno se ofereceu para sacar para mim pois percebeu que sou deficiente visual. Só que quando respondi a ele dizendo cento e oitenta reais, ele   entendeu oitenta reais e sacou  oitenta. Eu não conferi e enfiei as cédulas no bolso da calça. Conclusão:não perdi a cédula de cem reais, nem fui assaltado. O saque é que foi feito errado. Em seguida,Saquei do caixa eletrônico uma nota de cem reais e voltei feliz para casa.