Campanha de Vacinação contra a Influenza é antecipada

Compartilhe!

A Prefeitura da Estância de Atibaia, por meio da Secretaria de Saúde, optou por realizar a vacinação em diferentes locais para evitar aglomeração. Das 7h às 16h, de segunda à sexta-feira, a vacina contra a gripe Influenza será aplicada somente que estão na matéria.

Inicia nesta segunda-feira (23), a primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe Influenza. Nesta fase, o grupo prioritário são os idosos, a partir de 60 anos e os profissionais da área da saúde. A data foi antecipada pelo governo federal em função do novo Coronavírus.

A Prefeitura da Estância de Atibaia, por meio da Secretaria de Saúde, optou por realizar a vacinação em diferentes locais para evitar aglomeração. Das 7h às 16h, de segunda à sexta-feira, a vacina contra a gripe Influenza será aplicada somente nos seguintes locais:

Escola Florêncio Pires de Camargo – Praça Três Poderes, s/n – Centro;
Salão da Igreja Cristo Rei – Praça Santo Antônio – Alvinópolis;
Creche Aparecida Maturana – Rua Benedita de Moura Toledo;
Escola Licino Carpinelli – Rua Fernão Dias, 471;
Escola Terezinha M. J. Sirera – Rua Ana Pires, s/n;
Academia Da Saúde – Rua Liberdade, 375 – Jd. Cerejeiras;
Escola Waldemar Bastos Büler – Rua Pacaembu, s/n;
Escola Nelson Pedroso – Rua Antonio Cunha Leite, 1835;
Centro Comunitário Itapetinga – Avenida Santana, 2900;
Centro Comunitário do Maracanã – Rua João Neto, 410;
USF Pompeu Vairo (Rio Abaixo) – Estrada do Mingu, s/n;
USF Boa Vista – Estrada Municipal Juca Sanches, s/n, – Boa Vista;
Escola Gilberto Sant’ana – Rua Nazareno Rossi, 1014 – Tanque;
USF Cachoeira – Estr. da Cachoeira, s/n – Cachoeira.

A próxima etapa da vacinação terá início dia 16 de abril e é voltada para professores das escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas e outras condições de saúde especiais.

A terceira e última fase está programada para começar dia 9 de maio e tem como público-alvo crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, mulheres que tiveram parto recente, povos indígenas, pessoas com restrição de liberdade e adultos de 55 a 59 anos, que neste ano passam a integrar o grupo prioritário.

Deixe uma resposta