Primeira semana de Fórum Sobre Saúde trouxe muitas informações e público para a Câmara Municipal

Compartilhe!

Evento contou com grandes especialistas em saúde e temas do cotidiano.

Desde quinta-feira (6) a Câmara Municipal tem recebido diversos médicos e público, que acompanharam nessa primeira semana as palestras com temas de saúde preventiva e puderam participar diretamente ao final de cada encontro, com espaço para perguntas e dúvidas. Na primeira noite do evento, dezenas de pessoas estiveram no plenário da Câmara Municipal para ouvirem a nutricionista Alessandra Morais falar sobre “Da desnutrição à obesidade” e o ortomolecular Marcelo de Morais explicar os inúmeros benefícios do hormônio D3, mais conhecido como vitamina D.

A doutora Alessandra apresentou diversos dados sobre a má alimentação da população e as consequências que esse problema mundial tem causado, como o aumento do custo em saúde pública com doenças decorrentes da obesidade em diversos países pelo mundo.
“Conforme foi aumentando a renda per capita da população, os índices de obesidade e sobrepeso também aumentaram. O que determina a nossa saúde é o nosso estilo de vida, mas hoje em dia as pessoas estão no mesmo patamar, pois todos têm acesso aos fast-foods, por ter um preço desleal em relação aos alimentos saudáveis. Estamos vivendo o antagonismo de passar da desnutrição à obesidade, com praticamente a extinção de desnutridos no país, mas gerando um custo anual de 23 bilhões de reais somente em 2016 e afastamento de 100 mil funcionários anualmente por doenças relacionadas à obesidade”, apontou.
Já o doutor Marcelo explicou que 90% do hormônio D3, conhecido como Vitamina D, é obtido através do banho de sol de duas a três vezes por semana durante 10 minutos, em um sol mais intenso. “Com esse simples gesto você pode evitar inúmeras doenças e ter uma qualidade de vida elevada”, destacou o médico.
“Com um índice ideal de vitamina D você terá uma vida muito melhor, sem falar na prevenção de doenças renais, doenças imunológicas, cardíacas, diversos tipos de cânceres, acidente vascular cerebral e muito outras. Se você pudesse escolher uma única vitamina seria a D”, relatou.

SEGUNDO DIA

Na segunda-feira (10), o naturologista Ricardo Sassa palestrou sobre “como você quer chegar na melhor idade?”, com dicas de alimentação e um estilo de vida que eleva a qualidade de vida. O palestrante falou sobre algumas técnicas de tratamento de doenças por meio de alimentos e produtos, como a argila verde.

“As pessoas ficam doentes e acham que isso é normal. É só não viver um estilo de vida que destrua nossa saúde. 80% das doenças são causadas por má alimentação. Nós buscamos a estabilidade financeira, trabalhando a vida inteira e nos alimentando mal, com sedentarismo e um estilo de vida que prejudica a saúde, aí queremos chegar na melhor idade com uma casa, um carro, mas muitas vezes sem saúde. Aí de nada valeu a pena todo o sacrifício que fizemos. Saúde e hábitos saudáveis é tudo que temos de mais valioso”.

TERCEIRO DIA
Na quarta-feira (12), o urologista Ricardo Miyaoka apresentou ao público alguns dados sobre doenças na próstata, o que despertou interesse em alguns participantes, que aproveitaram a ocasião para tirar dúvidas e quebrar tabus.

Além disso, o doutor em ciências da cirurgia e com especialização em cirurgia minimamente invasiva, apresentou informações sobre a doença que mata cerca de um quarto dos portadores.
“O câncer de próstata é o segundo mais letal entre os homens, então recomendamos que todo homem vá ao médico anualmente. É um problema de saúde pública, por isso temos que fazer uma busca ativa. 25% dos portadores de câncer de próstata vão morrer. Não é possível prevenir a doença, porque isso está relacionada aos fatores genéticos, o que conseguimos fazer é diagnosticar com agilidade. Quem tem histórico familiar corre mais risco de ter a doença”.

QUARTO DIA

Para encerrar a primeira semana do Fórum Sobre Saúde, a doutora Celene Queiroz, geriatra e membro da ABRAz (Associação Brasileira de Alzheimer) palestrou sobre a Doença de Alzheimer. Com a presença de diversos integrantes do Conselho do Idoso e do doutor André Meneguel, colega de faculdade da palestrante, o encontro trouxe um panorama sobre o que é a doença de Alzheimer, depois foi falado sobre as formas de prevenção e finalizou com os cuidados com quem já porta a demência.
Com uma apresentação de congresso, doutora Celene falou da importância do estilo de vida e de alguns hábitos que podem evitar ou retardar o aparecimento de uma determinada substância no cérebro que afeta regiões ligadas a memória e outras funções do corpo.
“Estima-se que 2.4 milhões de pessoas vivem com demência no Brasil. Essa doença normalmente acomete pessoas idosas e o custo social é o muito alto para a família, por que normalmente alguém tem sair do trabalho para cuidar e as famílias estão cada vez menores. Um estilo de vida saudável pode prevenir o aparecimento da doença, quanto mais comermos bem, mais proteção teremos. Não há evidências de que esses polivitamínicos sejam eficazes para a memória, vitamina boa a gente compra na feira e não na farmácia”.

PRÓXIMA SEMANA

Na quarta-feira (19), o Fórum Sobre Saúde continua com as palestras “Aleitamento Materno” e “Cuidados com o bebê: da sala do parto aos primeiros dias”, com as médicas doutora Lucila Mary e Flávia Valente, respectivamente.
Já na quinta-feira (20) os temas serão “Infarto do miocárdio: o que é, como prevenir e cuidar”, com o cardiologista Silvio Giopatto e, no mesmo dia, com o ginecologista Fábio Madruga, “Câncer de Mama: quem se cuida, acha e cura!”.
As palestras são realizadas na Câmara Municipal, a partir das 19 horas, aberto ao público. Para assistir todas as palestras acesse a página da Câmara Municipal no Facebook.

Deixe uma resposta