2019 é marcado com avanços no sistema de esgotamento sanitário em Atibaia

Compartilhe!

Obras em diversas frentes deixam a cidade mais próxima da universalização.

 

A fim de beneficiar todos os moradores da cidade de Atibaia, garantir mais saúde, qualidade de vida e um pleno desenvolvimento econômico e social, a Atibaia Saneamento, empresa responsável pela coleta e tratamento de esgoto da cidade e que mantém uma Parceria Público-Privada com a SAAE, investiu em diversas obras no âmbito do esgotamento sanitário ao decorrer de todo o ano de 2019, com o intuito de alcançar a meta de universalização do tratamento de esgoto até 2021.
Os investimentos consistiram na implantação de rede de esgoto em diversas localidades que ainda não eram atendidas pelo serviço de coleta, como nos bairros Jardim Brasil, Marmeleiro, Portão, Jardim São Felipe e Atibaia Jardim. Além disso, foram realizadas a ampliação e modernização da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Estoril, que concluiu a sua primeira fase em julho e já duplicou sua capacidade de tratamento de 100 litros por segundo para 200l/s.
Em 2020, está prevista a entrega da segunda fase da ETE Estoril com ampliação da vazão para 300 l/s e mudança do sistema atual de batelada para fluxo contínuo, garantindo maior segurança operacional para o sistema. Outra grande entrega para o primeiro semestre do ano que vem será a construção de uma nova Estação de Tratamento de Esgoto na cidade de Atibaia, localizada no bairro de Caetetuba, que atenderá 25 bairros da região beneficiando mais de 40 mil moradores com tratamento de esgoto.
Para Eduardo Caldeira, diretor da Atibaia Saneamento, todos os investimentos visam a universalização do serviço de esgoto, que refletirá diretamente na saúde e qualidade de vida da população, assim como no desenvolvimento econômico da cidade. “Todas as obras, inicialmente, podem gerar um certo impacto na rotina das pessoas, porém os benefícios são imensuráveis. Em 2020, as obras continuarão em ritmo acelerado, teremos entrega da ETE Estoril, implantação da ETE Caetetuba e demais serviços importantes e complementares para a evolução do saneamento básico de Atibaia”, salientou o diretor.

Deixe uma resposta