Beisebol de Atibaia mostra força com títulos da Taça Brasil e Paulista Amador

Compartilhe!

Na categoria principal, Atibaia venceu a Taça Brasil de Beisebol Interclubes pela quarta vez.

 

O beisebol de Atibaia fechou com chave de ouro o ano de 2019. A equipe principal, coordenada pela Acenbra, venceu a disputada Taça Brasil de Beisebol Adulto no último domingo (15), uma das competições nacionais mais importantes do país na modalidade. No Juvenil, em maio, já havia conquistado, em Ibiúna, a 14ª Taça Brasil Inter Clubes – 13ª Copa Seattle Mariners. Nessa mesma data, em Arujá, a categoria Pré-Infantil venceu o 19º Torneio Hiromitsu Matumoto. Já no campeonato paulista amador, o beisebol atibaiense brilhou com duas conquistas no CBA – Campeonato de Beisebol Amador, com as finais realizadas entre os meses de outubro e novembro. Formadas principalmente por ex-atletas da equipe principal de Atibaia, os times dos Highlanders e Brotherhoods foram campeões nas categorias “AA” e “AAA”, respectivamente.
Na categoria principal, Atibaia venceu a Taça Brasil de Beisebol Interclubes pela quarta vez. Na final venceu a equipe Gecebs por 7 a 2, de virada. A partida aconteceu em São Paulo, no estádio Municipal Mie Nishi, localizado no Bom Retiro. O elenco da equipe atibaiense contou com importantes reforços, além de atletas veteranos locais. Com essa conquista, o beisebol de Atibaia mostrou que a força está no coletivo. Prova de que a união dos novos jogadores e o trabalho de base realizado no município vêm dando bons resultados.
Receberam premiação individual os atletas: Jean Antonio Tomé – melhor rebatedor; Alex Nakashima Yun – melhor empurrador de carreiras e melhor jogador do Campeonato; Silvio Figueiredo – arremessador destaque; Marcio Kikuchi – jogador mais esforçado e Roberto Ono Nery – técnico campeão.

 

Times amadores
Longe dos holofotes, os times amadores de Atibaia mostram persistência, resiliência e amor ao esporte. Os jogadores (a maioria já acima dos 35 anos) disputam jogos em diferentes cidades do Estado de São Paulo no decorrer do ano. A temporada do amador conta com 16 partidas, além dos jogos das finais. Também participam de outras competições de menor duração, como, por exemplo, o Nacional Amador, já vencido pelos Highlanders em 2016. As inscrições, transporte e alimentação são por conta dos atletas, apaixonados pelo beisebol desde a época em que jogaram nas categorias principais da equipe de Atibaia, entre os anos de 1980 e 2000.
A força do beisebol de Atibaia
Os títulos da Taça Brasil e os do Campeonato Paulista Amador mostram a força e o carinho que Atibaia tem pelo beisebol, modalidade trazida pelos japoneses e hoje enraizada no município graças ao trabalho da Acenbra.
O time de Atibaia é um dos mais antigos do Estado de São Paulo e é considerado referência no país. Para se ter uma ideia, a equipe já cedeu mais de 100 atletas para a seleção brasileira. Entre os principais nomes do beisebol atibaiense estão Henrique Shigueo Tamaki, que se profissionalizou no Japão (atuou pelo Hiroshima Carp e Rakuten Eagles), nos anos 90; e André Albanez Rienzo, que em 2013 fez sua estreia nas grandes ligas dos Estados Unidos, a Major League Baseball, vestindo o uniforme do Chicago White Sox. Depois, jogou pelo Miami Marlins e San Diego Padres. Hoje, Rienzo atua na liga mexicana de beisebol e é um dos incentivadores do Brotherhoods, uma das equipes amadoras de Atibaia.
O Beisebol e Softbol de Atibaia contam com o apoio da Prefeitura da Estância de Atibaia, através da Secretaria de Esportes e Lazer, com as seguintes empresas patrocinadoras: AMHA/Saúde, Tauá Hotel, Irmãos Luchini, Chroma Veículos, Hotel Bourbon, Mercantil Fernão Dias, UNIFAAT, Max Tour, AMO Odontologia e Tsuji Motos.

Deixe uma resposta