Judô atibaiense é ouro na XXV Edição dos Jogos Escolares Sul-Americanos

Compartilhe!

Como é de tradição, o judô brasileiro teve mais um registro positivo de participação, voltando para casa com 100% de conquistas.

 

 

Os judocas atibaienses da equipe de judô do São João Tênis Clube/Associação Paulo Alvim de Judô de Atibaia/Secretaria de Esportes e Lazer da PEA, professor Paulo Alvim (Pi) como técnico oficial da equipe brasileira de judô e a atleta Isabella Marques Montaldi – Colégio Objetivo Atibaia, na categoria -64 kg, meio pesado, estiveram entre os dias 30 de novembro e 7 de dezembro na cidade de Assunção, capital do Paraguai, participando da XXV edição dos Jogos Escolares Sul-Americanos.
Considerada a mais importante competição escolar das Américas, com participação de dez países da América do Sul (Brasil, Paraguai, Uruguai, Colômbia, Argentina, Chile, Peru, Suriname, Equador e como convidado Bonaire), totalizando 1.500 atletas, de 12 a 14 anos, nas modalidades de judô, vôlei, vôlei de praia, handebol, basquete, futsal, xadrez, tênis de mesa, natação, atletismo e atletismo paraolímpico. O Brasil nesta edição contou com uma delegação de 222 integrantes entre comissão técnica e atletas, que além do título de campeão geral 2019, ainda atingiu mais um recorde na conquista de 104 medalhas, subdivididas em 53 de ouro, 29 de prata e 22 de bronze.
Como é de tradição, o judô brasileiro teve mais um registro positivo de participação, voltando para casa com 100% de conquistas e medalhistas nas 15 categorias (individuais – por peso) e nas duas por equipes (masculina e feminina), registrando no quadro geral de medalhas 14 ouros, duas pratas e um bronze.
A atibaiense Isabella foi uma das protagonistas em destaque na competição, ganhando todas as lutas por Ippon (ponto máximo). Na categoria individual, a ordem de lutas foi: primeira – Constanza Perez (Chile), segunda – Valeria Duarte (Paraguai) e terceira – Mariel Guaylupo (Peru). Na disputa por equipes: Equador, Peru, Paraguai e Chile, trazendo para Atibaia duas medalhas de ouro na bagagem. Outro destaque ficou com a equipe masculina, comandada pelo professor Paulo Alvim (Pi), com a conquista do ouro em todas as categorias individuais e por equipes.
A participação do Brasil contou com a parceria do Ministério da Cidadania, por meio de convênio entre a Secretaria Especial do Esporte e a Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE).
Outra ação da equipe atibaiense foi no dia 7 de dezembro, na cidade de São José dos Campos, onde participou do Seminário de Newaza com o judoca gaúcho especialista em luta de solo, Moacir Mendes, que veio compartilhar sua experiência e conhecimento em um seminário de 4 horas, contribuindo com a evolução dos atletas do Estado de São Paulo. A equipe atibaiense foi dirigida pelo professor Leandro Lima, responsável pelas aulas de newaza (luta de solo) do judô atibaiense, acompanhado pela professora Angélica da Silva e mais dez atletas. Todos aproveitaram a oportunidade de receber um grande leque de boas e novas informações. Os atletas que participaram do Seminário são: Felipe Lima, Murilo Anderson, Pedro Meirelles, Gabriel Bueno, Kaique Santos, Erick Matsumoto, Mateus Martinho, Luana Oliveira, Isabella Oliveira e Amanda Burafaldi.
Os judocas agradecem o apoio de Concessionária Rota das Bandeiras, Hotel Bourbon Atibaia, Estruturas Metálicas Ando, CORA – Centro de Ortopedia e Reabilitação Atibaia, Colégio Objetivo, Centro Universitário UNIFAAT, Colégio Atibaia, Centro Integrado Atibaia Odontologia, Fisioterapia e Reabilitação Esportiva Sérgio Nery, fisioterapeuta Layla Nery, Viação Atibaia São Paulo, Academia R Sette, Nutrivial – Consultoria em Nutrição, preparador físico Roger Fonseca, psicóloga Rubiana Shimoda, Centro Radiológico Atibaia – Alvinópolis, imprensa de Atibaia e Boletim OSOTOGARI.

Deixe uma resposta