Artistas de Atibaia são premiados III Festival da Canção Brasileira

Compartilhe!

 

No último sábado, dia 26, Atibaia esteve muito bem representada no III Festival da Canção Brasileira, evento promovido pelo SESI. O violonista Rafael Cardoso ficou com o primeiro lugar na categoria de melhor canção, com sua composição “Velho Paraná”, e a cantora Aniela Rovani foi escolhida a melhor intérprete do evento.

O prêmio de 9 000 reais será usado na gravação do primeiro disco da dupla, com músicas inéditas.  A canção “Velho Paraná”, vencedora do festival, tem composição de Rafael Cardoso e letra de Gilberto Lamaison. É um chamamé, estilo musical tradicional da província argentina de Corrientes, na fronteira com o Brasil.

Em versos repletos de imagens líricas, conta a história de um ribeirinho que dialoga com as águas do rio Paraná enquanto contempla a lua e chora a saudade da amada.  Rafael e Aniela formaram o Duo Interior há menos de um ano com a ideia de desenvolver um repertório eclético construído em torno de obras com canto solista ou duetado, acompanhadas de violão, piano e viola caipira, sem distinção entre o popular e o erudito.

Nos shows que fazem, canções do chileno Victor Jara dividem o palco com o regionalismo do gaúcho Luis Carlos Borges, enquanto composições do maestro Villa-Lobos são seguidas de modinhas da dupla caipira Cascatinha e Inhana.  O III Festival da Canção Brasileira contou com três etapas disputadas. Candidatos de todo o estado de São Paulo enviaram vídeos com suas músicas (letra e melodia), e uma banca de jurados selecionou as 40 melhores, que foram apresentadas ao vivo.

Oito composições foram então escolhidas para ir à final, que aconteceu na unidade do SESI Piracicaba.   Ao vencer um festival de música popular, Aniela, formada em canto erudito e piano, e Rafael, mestrando em performance musical, entram para uma constelação particular, formada por nomes como Edu Lobo, Chico Buarque e Milton Nascimento. Agora, é só aguardar o lançamento do CD dessas duas novas estrelas.

Deixe uma resposta