Bênçãos de Deus para os rostos desfigurados

Compartilhe!

A história do jornalista do semanário francês Charlie Hebdo, Philippe Lançon, vítima de atentado terrorista, chama a atenção para o sofrimento humano de seres com rostos desfigurados. Tiros, bombas, acidentes naturais como tsunamis e outras situações, comuns em guerras e conflitos, geram perdas físicas e de identidade muito fortes.
A medicina faz a sua parte, com as modernas técnicas em cirurgias plásticas, recuperando em parte esses rostos. Voluntários, amigos e familiares tentam ajudar por outro lado. É incrível como dependemos de nossos traços, de nossa pele, do desenho original da face, marcada em fotos, em documentos, em arquivos. Ver esse registro visual se evaporar é ficar sem chão, sem um pedaço razoável do DNA social e passar a viver à margem, na maioria dos casos.
Onde estão os rostos desfigurados? Nos hospitais, clínicas, mas também nas ruas de praticamente todas as cidades. Normalmente, reclamamos que a velhice nos traz cabelos brancos, rugas, retração muscular, doenças e desequilíbrios faciais variados. Mas tudo isso está longe, em gravidade, simbologia individual e realidade existencial, do que é ter de carregar um rosto desfigurado.
A alma desses corpos está em processo intenso de limpeza, purgação e purificação. Tanto a parte física quanto a parte espiritual merecem todas as bênçãos de Deus, o Altíssimo. E a nossa lembrança, reverência e orações!

Deixe uma resposta