Tabagismo, apague essa ideia

Compartilhe!

Milhões de pessoas morrem todos os anos, por doenças causadas pelo tabagismo. Deste índice, cerca de 10% são de fumantes passivos, ou seja, pessoas que não fumam mas convivem com fumantes.
O Tabagismo causa doenças e, obviamente, é evitável. Precisamos nos atentar para essa epidemia global, para que possamos abdicar desse hábito.
O cigarro possui componentes que viciam, o que faz com que deixar de fumar não seja uma tarefa fácil, porém, é possível e necessário.
Ao parar de fumar o indivíduo inicia uma “faxina” em seu corpo e detêm a escalada para as doenças que, em sua maioria, são fatais.
Segundo a ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar, os benefícios podem ser notados em apenas 20 minutos, quando a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal, se seguindo de ausência de nicotina no sangue em 2 horas, nível de oxigênio no sangue normalizado em 8 horas. No segundo dia, após a interrupção, passa-se a sentir cheiros e sabores com mais qualidade, em três semanas a respiração e a circulação melhoram, a incidência de câncer de pulmão diminui e, entre 5 e 10 anos o risco de sofrer um infarto é o mesmo de um indivíduo que nunca fumou.
Embora o Brasil seja referência mundial do combate ao tabagismo, ainda temos muito por fazer. As campanhas de incentivo à mudança de hábito, além de restrições com propaganda, restrição do fumo em ambientes fechados e altos impostos, devem se somar a programas de ajuda ao fumante.

A unidade Unimed Atibaia e o Centro de Especialidades Unimed Atibaia, estão à Rua Enzo de Almeida Passos, 247 – Recreio Maristela (em frente ao COC).

Deixe uma resposta