Em premiação inédita, municípios receberão repasses baseados em uma gestão que contemple o desenvolvimento rural

Compartilhe!

Às vésperas do Dia do Agricultor, Secretaria de Agricultura e Abastecimento oferece R$ 1,3 milhão para as cidades mais bem avaliadas em 10 critérios técnicos.

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo apresenta nesta sexta-feira, 26, no Palácio dos Bandeirantes, um ranking dos 10 municípios  mais bem avaliados no agro paulista e entre estes municípios está Atibaia. As cidades fazem parte de um grupo de 258 prefeituras conveniadas à pasta, que recebiam, desde 1995 – quando o convênio foi criado, 20 mil reais anualmente.

Em 2019, a Secretaria inova a sua gestão e a forma de atuação junto aos municípios, trazendo pela primeira vez um conceito meritocrático, moderno, transparente e alinhado à estratégia de longo prazo. Pela primeira vez, a pasta avaliou dez critérios técnicos para elencar os municípios que comprovam bom desempenho em: Estrutura Institucional; Infraestrutura Rural; Produção, Distribuição e Consumo Sustentável; Defesa Agropecuária; Abastecimento e Segurança Alimentar; Fortalecimento Social do Campo; Solo e Água; Biodiversidade; Resiliência e Adaptação às Mudanças Climáticas; e, Interação Campo-Cidade. A partir de hoje começa um novo ciclo para a próxima premiação, que acontecerá em abril de 2020. Para tal, lançaremos um conjunto de diretrizes técnicas que devem nortear as atividades relacionadas ao agro, tendo como prioridade o desenvolvimento rural sustentável.

Os vencedores receberão respectivamente 500, 250 e 125 mil reais. Os demais – do quarto ao décimo – receberão um prêmio de 62,5 mil reais. A pontuação obtida será encaminhada ao respectivo município e toda assistência será dada pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento para que estes possam aprimorar pontos e melhorar a colocação na próxima premiação. Para que os bons exemplos sejam replicados, a secretaria vai disponibilizar um cronograma de workshops regionais já a partir de agosto, para que todos conheçam e façam adesão ao novo programa, sendo a meta da secretaria atingir todos os 645 municípios do estado até o final da gestão.

“Acreditamos que premiar os melhores entre aqueles que atendem os critérios técnicos estabelecidos dentro do desenvolvimento rural sustentável fará com que os demais aprendam e repliquem as boas práticas, já que a secretaria trabalhará intensamente no fortalecimento dos municípios, tornando o agro de São Paulo cada vez mais preparado e tecnificado para as demandas de produção e consumo do mundo atual”, afirma o secretário Gustavo Junqueira.

Além disso, anunciaremos a criação do “Premio Cidadania no Campo – Município Agro”, que certificará que os compromissos assumidos entre a prefeitura e a secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, em prol do desenvolvimento de um agro mais criterioso e sustentável, devem ser mantidos, garantindo a eles acesso prioritário às políticas públicas da SAA.

Com esse novo convênio, São Paulo pretende ganhar eficiência na prestação de serviços de assistência técnica, extensão rural, defesa agropecuária e orientação do abastecimento alimentar às cidades, cumprindo sua função social, em especial no que diz respeito aos pequenos e médios produtores rurais. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo é centenária e uma das mais capilarizadas, e tem como responsabilidade modernizar a forma como atua, garantindo com que São Paulo tenha um dos principais e mais competitivos ecossistemas do agro, aperfeiçoando a segurança dos produtos e processos, valorizando o produtor rural e promovendo o desenvolvimento sustentável.

Ranking:

Nota

1 – Rio Claro – 72,0

2 – Rancharia – 68,1

3 – Itanhaém – 67,7

4 – Pedreira – 66,5

5 – Itapetininga – 62,0

6 – Votuporanga – 61,6

7 – Bragança Paulista – 61,0

8 – Atibaia – 60,5

9  – Martinópolis – 59,7

10 – Teodoro Sampaio – 59,6

Deixe uma resposta