Prefeitura firma contrato para Centro de Segurança Municipal

Compartilhe!

Atualmente a cidade já conta com um COI, que é a Central de Operações de Inteligência (COI), da Guarda Civil Municipal de Atibaia.

O Atibaiense – Da redação

A Prefeitura de Atibaia acaba de assinar contrato para prestação de serviço por empresa especializada para  implementação  de  um  Centro  de  Segurança  Municipal  (COI). O contrato é de 30 meses e o valor é de R$ 10,2 milhões.

De acordo com a publicação do processo na Imprensa Oficial, o objetivo é a “prestação de serviço por empresa especializada para  implementação  de  um  Centro  de  Segurança  Municipal  (COI),  agregando em único local, diversos serviços articulando as ações dos Órgãos Públicos e concessionárias de serviços objetivando monitorar o  funcionamento  da  cidade,  prevenir  e  informar  situações  de  risco  e,  principalmente,  coordenar  ações  urgentes  atuando  em  casos  como  acidentes de trânsito, policiamento e grandes eventos”.

Atualmente a cidade já conta com um COI, que é a Central de Operações de Inteligência (COI), da Guarda Civil Municipal de Atibaia, operada por agentes que fazem, diariamente, um comparativo entre veículos que apresentam atividades suspeitas e os diversos registros de ocorrência por meio de boletins, denúncias, informações das polícias Militar e Civil, Conseg (Conselho de Segurança), Vizinhança Solidária (com 27 bairros envolvidos), telefone 153 da GCM, forças que compõem o GGI Atibaia e outras fontes.

De posse dessas informações e com o “cruzamento” dos dados são realizadas operações e planejadas estratégias para o efetivo trabalho de campo que envolve os diversos órgãos de segurança que compõem o GGI Atibaia, muitas vezes sendo possível até evitar delitos e prender criminosos.

O COI previsto no contrato assinado recentemente é para uma central ainda mais completa, com um monitoramento mais eficiente de toda a cidade.

EXPERIÊNCIA DE OUTRAS CIDADES

Atibaia não é a única cidade preocupada com a implantação de um COI. Em abril deste ano, o Governo do Estado autorizou a implantação de um Centro de Operações Integradas em São Bernardo do Campo, o primeiro do Estado, que tem como objetivo congregar no mesmo espaço as polícias Militar, Civil, Guarda Civil e vai integrar também Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e outros órgãos.

A inauguração do COI de São Bernardo está prevista para agosto. Com 1.900 m², o espaço abrangerá as operações do Batalhão Especial da Polícia Militar (Baep), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), da Delegacia de Investigação sobre Entorpecentes (Dise),  e a Delegacia de Investigação de Infrações e Crimes contra o Meio Ambiente (Dicma), da Polícia Civil, além da Guarda Civil Municipal e da Defesa Civil Municipal.

Com a assinatura do convênio com a Secretaria Estadual de Segurança Pública, São Bernardo se integrou ao Sistema Detecta, o maior big data de informações policiais da América Latina. Implantado pelo Governo do Estado em 2014, o Detecta integra os baços de dados das polícias e imagens de câmeras de diversos órgãos que podem ser acessados por todas as unidades policiais do Estado, melhorando a atuação das polícias civil e militar.

Atibaia, por exemplo, já faz parte do Sistema Detecta e também da Muralha Digital Sentury.

Deixe uma resposta