Campanha do Agasalho de Atibaia garante arrecadações expressivas e segue até o final de julho

Compartilhe!

Mais de cem pontos de arrecadação estão distribuídos pela cidade; Ação também estimula a cidadania e convivência social.

Especialistas alertam sobre uma massa polar responsável pelo início de uma nova frente fria na região esta semana. Com uma queda significativa das temperaturas a cidade deve enfrentar novos recordes de frio e, dessa forma, contribuir com doações para a Campanha do Agasalho é uma atitude solidária muito importante neste momento.

A Campanha do Agalho 2019, que teve início em maio deste ano, segue até o final do mês de julho. Quem puder contribuir pode entrar em contato com o Fundo Social de Solidariedade pelo telefone (11) 4412-8220 ou pelo e-mail fundosocial@atibaia.sp.gov.br , por meio dos quais também é possível solicitar mais informações. Os pontos de arrecadação, inclusive a sede do Fundo Social (Av. Jerônimo de Camargo, nº 3.890, Parque das Nações), estão disponíveis no site da Prefeitura.

É importante ressaltar que os itens doados devem estar em bom estado de conservação, de modo que possam ser utilizados por quem os receber. Toda forma de colaboração é bem-vinda, desde doações até a disponibilização como ponto de arrecadação.

O Fundo Social de Solidariedade atende, durante o ano todo, famílias em situação de vulnerabilidade social, entidades sociais cadastradas e creches comunitárias da cidade.

Desafio Escola Solidária
Realizado pelo Fundo Social de Solidariedade em parceria com a Secretaria de Educação, o Desafio da Escola Solidária faz parte da Campanha do Agasalho da Prefeitura e este ano arrecadou 17.995 peças em 20 dias de gincana.

O desafio, que este ano esteve em sua terceira edição, consiste em uma gincana entre estudantes de escolas públicas que incentiva arrecadações de roupas e cobertores, entre outros itens.

O objetivo principal do Desafio da Escola Solidária é promover a integração social entre a escola e a comunidade; despertar a interação entre alunos, professores, funcionários, pais, ex-alunos, etc. Além disso, o desafio busca despertar o espírito solidário nas crianças, incentivando o exercício da cidadania, da liderança e do trabalho voluntário. Outro ponto relevante que o projeto levanta é a reflexão sobre as diferenças sociais.

Deixe uma resposta