Prefeitura, Atibaia Saneamento e SAAE entregam 1ª fase das obras da Estação de Tratamento de Esgoto Estoril

Compartilhe!

Estação dobra o volume de tratamento de esgoto na cidade, passando de 110 litros por segundo para 200 litros por segundo.

Nesta sexta-feira (12) Atibaia viveu um momento histórico para o saneamento municipal. A Prefeitura, a Atibaia Saneamento e a SAAE entregaram a 1ª fase das obras de ampliação e modernização da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Estoril, responsável por dobrar o volume de tratamento de esgoto na cidade, passando de 110 litros por segundo para 200 litros por segundo. A entrega das obras aconteceu após cinco meses da emissão da licença ambiental e em tempo recorde.

Nessa etapa foram instalados na ETE Estoril novos sistemas de gradeamento mecanizados e de desarenação. A elevatória de entrada recebeu novas bombas e um novo sistema de aeração. Agora, a Estação conta com modernos sopradores e difusores para fazer a aeração do tratamento do esgoto com maior eficiência. Todas as estruturas e demais instalações foram reformadas e melhoradas, incluindo aperfeiçoamento no sistema de energia e painéis elétricos.

“A ampliação e modernização da ETE Estoril integra o Plano de Universalização do Esgoto de Atibaia, que conta com investimentos em saneamento básico em diversas regiões do município”, lembrou o prefeito da Estância de Atibaia, Saulo Pedroso de Souza, durante a cerimônia de entrega das obras. “Estamos cumprindo um compromisso que assumimos junto à população, de colocar Atibaia em um patamar diferenciado também em relação ao saneamento básico”, salientou o chefe do Executivo.

Em Atibaia, a Atibaia Saneamento, empresa do Grupo Iguá, possui uma Parceria Público-Privada com a SAAE para a execução dos serviços de esgotamento sanitário. “Estamos felizes com o ritmo das obras na cidade. Recentemente, realizamos o lançamento da Pedra Fundamental da ETE Caetetuba e, agora, estamos entregando essa importante fase da ETE Estoril. O cronograma está sendo cumprido com excelência e, com isso, a cidade ganha em qualidade vida, saúde e bem-estar”, afirma a superintendente da SAAE, Fabiane Santiago.

O diretor da Atibaia Saneamento, Eduardo Caldeira, explica que atualmente o tratamento do esgoto é realizado por meio de bateladas e, ao final das etapas de ampliação a ETE Estoril passará a ser por fluxo contínuo de aeração prolongada, ou seja, a finalização do efluente será realizada pela liberação de oxigênio para decomposição da matéria orgânica. “Muitas pessoas não sabem, mas o processo de tratamento do esgoto acontece rotineiramente em nossas vidas. O simples apertar da descarga em nosso banheiro, por exemplo, leva os resíduos pela tubulação até uma Estação de Tratamento de Esgoto, aonde todo o processo de tratamento é realizado para devolução do efluente ao rio. Embora aparentemente invisível, tratar o esgoto gera mais saúde e ajuda a preservar o meio ambiente”, afirmou.

Além do prefeito Saulo, da superintendente Fabiane e do diretor Eduardo, também estiveram presentes no evento o presidente da Câmara Municipal, vereador Sebastião Machado; os vereadores Ademilson Militão, José Machado, Julio Mendes, Marcos de Oliveira e Sidnei Gonçalves; o diretor da Iguá, Péricles Weber; Cid Granado, do Departamento de Águas e Energia Elétrica – DAEE; e Adriano Gentil, da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB.

A Atibaia Saneamento irá investir mais de R$ 58 milhões no Sistema Estoril. A maior parte desse investimento acontecerá na ampliação e modernização da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Estoril. A conclusão da ampliação da ETE Estoril vai beneficiar diretamente mais 83 mil moradores da cidade.

Investimentos em saneamento
O Plano de Universalização do Esgoto de Atibaia também engloba a construção da ETE Caetetuba, cujo lançamento da pedra fundamental das obras aconteceu no último dia 27 de junho e, para os dois anos seguintes (2020 e 2021), investimentos na implantação dos sistemas Portão, Usina, Tanque e Maracanã, além da ampliação da ETE Caetetuba.

Deixe uma resposta