O GATO E O CÃO

Compartilhe!

Cansado de ser tão perseguido pelo cão,
o gato, um dia, depois de muito pensar,
resolveu conversar
com esse seu inimigo contumaz
para lhe propor a paz.

Disse ele então:
Por que, cão,
você me persegue tanto assim?
Já estou cansado de ser tratado como inimigo.
Não suporto isso mais.
Ficou fitando bem firme,então, o cão
epropôs bem decidido:
Vamos fazer a paz?
Apesar de ser por você tão perseguido,
eu ainda o estimo.
Aceite, por favor, este meu pedido.
Aceite, meu querido.

Respondeu o cão
com muita convicção:
Não quero paz.
Serei sempre seu inimigo
como você é inimigo do rato.
E digo mais:
Depois que você caça o rato,
o mata e não o come
Isso eu preciso te dizer.
Você mata por prazer.
Portanto, o motivo não é fome.
Ao passo que eu não te mato.
Só te persigo
porque é meu inimigo.

Ora essa!
Imagine
se isso é coisa que se peça.
Nada de paz.
Te perseguir eu adoro.
Com você só quero briga.
E não insista
com esse seu ridículo pedido
Para eume  tornar amigo.

Quero você
bem longe de mim.
Com você só quero guerra.
Vou sempre te perseguir
em qualquer lugar onde você estiver.
Em qualquerlugar da terra.
Serei sempre teuinimigo,
Meu caro gato, brigarei sempre contigo.
e vê se não insiste
com esse seu ridículo pedido
Afaste-se imediatamente de mim.
De ser seu amigo não estou mesmo afim.

Muito aborrecido o gato foi  embora,
sem sequer se despedir do cão.
E volta para casa agora,
sofrendo muito
com essa terrível frustração.

Deixe uma resposta