A PRIMEIRA VEZ QUE VI O MAR

Compartilhe!

Foi em 1954 que vi o mar pela primeira vez. Em que mês? Sei lá…Só pode ter acontecido durante as férias escolares. Janeiro? Julho? Não sei.

Foi numa viagem a Santos com a qual o senhor Benedito Vaz de Lima, patrão de meu pai (Quitá),  naquela época,  nos presenteou. Nessa época meu pai já trabalhava na Bicicletas da Saudade. Alguns anos depois tornou-se sócio do senhor Llima e algum tempo mais tarde comprou a parte do senhor Lima e tornou-se proprietário da bicicletaria que continuou até a década de setenta quando teve de ter fechada em virtude de  a problemas de saúde que ele teve..

O senhor Lima   nos levou no eu carro e pagou todas as despesas de hospedagem na pensão onde ficamos.

Essa viagem talvez tenha sido uma recompensa a meu pai que trabalhou para ele sem nunca ter tirado férias.

Ficamos hospedados numa pensão que hoje não existe mais, que se localizava em frente à Praia do José Menino.

Ficamos hospedados nessa pensão, cujo nome ainda lembro,  que hoje não existe mais, e se localizava em frente à Praia do  José Menino. Bem pertinho da praia. Era a Pensão Pompéia. Bastavam alguns passos e logo estávamos na praia.Era uma pensão muito confortável que nos oferecia na hora do almoço e do jantar uma saborosa comida. Tinha ainda o café da manhã com várias frutas e sucos deliciosos

Participaram dessa viagem, além do motorista,  que era o senhor Lima, minha mãe, Aparecida, meu pai, o Quitá, eu e meus irmãos, João, Cláudio e Sílvio e ainda minha Tia Cida, irmã  do meu pai e o  meu primo Zinho, o famoso Cuié, filho dela.

Foi uma estada muito feliz naquela pensão e ficamos mais contentes ainda porque não choveu em nenhum dia.

Qunado fui à praia pea primeira vez no primeiro dia, quando eu vi todo aqueele espaço foi um alumbramento. Era tão grande que parecia não ter fim.

Fui com outros meninos, meus irmãos e meu primo, e andamos bastante pela praia para catar  conchinhas e brincamos dentro do mar indo até onde dava pé.Tudo era tão divertido!

Na praia encontramos outros meninos  muito legais de quem nos tornamos amigos. E ficamos muitos dias na praia  com eles, desfrutando da amizade deles.

Havia perambulando por aquela praia um homem fantasiado de urso.  O  trabalho   dele era carregar crianças e pedir ao companheiro dele para bater fotos. Meu pai contemplou eu e meus irmãos com essas fotos. Eu fique muito engraçado rindo carregado por aquele “urso”. A minha  até hoje guardo como lembrança daquele maravilhoso  passeio em que pela primeira vez vi o mar.

Naqueles diastão divertidos, o tempo passava muito depressa. No último dia, numa sexta-feira, não fomos à praia. Aquele dia  foi reservado para passearmos pela cidade de Santos. Fomos ao aquário e a outras atrações turístivcss. Fomos também   conhecer São Vicente, uma cidade vizinha. Evidentemente  foi o senhor Lima nos quem nos levou a esses passeios em seu carro.

E assim, naquela sexta feira terminou nosso passeio, que  foi muito importante para mim pois foi graças a ele muito me diverti e  tive a oportunidade de conhecer o mar.

 

Deixe uma resposta