Atibaia investiu mais de R$ 42 milhões em saúde no último quadrimestre de 2018

Compartilhe!

Dados sobre atendimentos, campanhas e finanças foram apresentados durante Audiência Pública da Saúde na última terça-feira (26).

Na terça-feira (26) a Prefeitura da Estância de Atibaia promoveu na Câmara Municipal a Audiência Pública da Saúde. Entre os números apresentados, destaque para os investimentos na área ao longo do terceiro quadrimestre de 2018: ao todo, o Executivo investiu cerca de R$ 42 milhões no atendimento da rede municipal de saúde de Atibaia nesse período, sendo que 57,7% foi aplicado na Atenção Básica, 32,4% na Média Complexidade e 9,9% na Assistência Farmacêutica, Vigilância em Saúde, dentre outros.
Além dos demonstrativos da aplicação financeira em saúde do terceiro quadrimestre de 2018, a Secretaria de Saúde e o Conselho Municipal de Saúde também apresentaram as atividades desenvolvidas e a produção de serviços realizados pela Pasta.
Na audiência foram expostos dados relativos aos atendimentos realizados entre setembro e dezembro do ano passado. Nesse período houve 41 mil consultas básicas e 19 mil especializadas, além de 29 mil consultas não médicas. Mais de 157 mil pacientes foram atendidos pela assistência farmacêutica da Prefeitura de Atibaia, somando mais de 9,8 milhões de medicamentos entregues.
A Secretaria de Saúde ainda registrou 47 mil atendimentos no Pronto Socorro da Santa Casa; 35 mil atendimentos na Unidade de Pronto Atendimento – UPA; 22 mil doses de vacinas aplicadas; 136 mil exames laboratoriais; e 17 mil exames diagnósticos.

Audiência Pública da Saúde
Na audiência ainda foram apresentados dados sobre saúde bucal e mental, acompanhamento domiciliar de pacientes, atendimentos realizados pelo SAMU, campanhas preventivas, atendimentos do Centro de Orientação ao Viajante e ações de vigilância sanitária e de zoonoses, entre inúmeras outras estatísticas da área de saúde referentes ao terceiro quadrimestre de 2018 em Atibaia.
Vale lembrar que a Audiência Pública da Saúde acontece regularmente a cada quatro meses, conforme determina a Lei Complementar nº 141/12.

Deixe uma resposta