Lançado o Programa Ouvir Mais, para atendimento de deficientes auditivos

Compartilhe!

Convênio firmado com associação atuante na área objetiva a aquisição de aparelhos que atenderão às necessidades exclusivas de cada paciente

A Prefeitura de Atibaia anunciou uma novidade na área da saúde: o Programa Ouvir Mais, cujo objetivo é zerar a fila de espera por aparelhos auditivos no município. Em cerimônia realizada no Centro de Convenções e Eventos Victor Brecheret, o Poder Executivo firmou um convênio com a Associação Terapêutica de Estimulação Auditiva e Linguagem – ATEAL para a aquisição dos aparelhos, e o público pôde assinar os termos de interesse junto à Prefeitura.

O investimento da Administração Municipal é de R$ 800 mil, com recursos próprios, e a ação beneficiará 480 pacientes, com uma expectativa de confecção de até 960 aparelhos auditivos em um período de 11 meses de convênio. Além dos aparelhos, a Prefeitura oferece, aos pacientes que necessitarem, o transporte sanitário até a sede da associação – na cidade de Jundiaí-SP – para a realização dos exames que nortearão a produção de cada aparelho.

Segundo a Secretaria de Saúde, o deficit na área, hoje, é de 726 atendimentos, já que o município de Atibaia é contemplado pelo Estado de São Paulo, mensalmente, com sete aparelhos, destinados a dois grupos prioritários: crianças e pessoas economicamente ativas. Esse número, conforme a Secretaria, fica bem abaixo da demanda existente, que é três vezes maior, portanto há formação de fila de espera na cidade.

Vale lembrar que durante a vigência do convênio Atibaia também dará continuidade ao fornecimento de 77 aparelhos disponibilizados pelo Estado de São Paulo, por meio da Central de Vagas.

Durante o evento, o prefeito ressaltou que os aparelhos atenderão às necessidades exclusivas de cada paciente. “A partir de agora os procedimentos para a confecção dos aparelhos serão iniciados e, em breve, os atendidos terão esse recurso à disposição. É uma iniciativa capaz de transformar a vida dessas pessoas, promovendo, sobretudo, a inclusão social”, destacou. “Embora seja uma demanda do Governo Estadual, conseguimos realizar o planejamento necessário e, felizmente, oportunizar esse recurso”, complementou.

Deixe uma resposta