Entidade dedicada aos autistas de Atibaia passa ser de Utilidade Pública

Compartilhe!

A associação é uma associação civil de direito privado

A Câmara aprovou, na sessão de 25 de setembro, projeto do vereador Michel Carneiro que declara de Utilidade Pública a Associação de Colaboradores e Familiares dos Autistas de Atibaia (ACFA). O autismo é um transtorno de desenvolvimento, que geralmente aparece nos três primeiros anos de vida e compromete as habilidades de comunicação e interação social.
A associação é uma associação civil de direito privado, instituída em conformidade com os requisitos do Código Civil, com a finalidade de atender e abrigar os portadores de deficiência mental e os portadores de graves patologias desprovidos de recursos econômicos.
Além disso, possui a finalidade de desenvolver pesquisas científicas e tecnológicas, bem como desenvolver programas em parceria com faculdades, universidades, escolas técnicas, dentre outras. Sua sede é no Sítio Cosme e Damião, na Estrada Jarinu, entre os bairros da Ponte Alta e Mato Dentro. Ganhou personalidade jurídica em novembro de 2009, perante a Receita Federal. A declaração de Utilidade Pública facilita o acesso a verbas públicas.
“Fiz visitas à associação, verificando como atua. Fiquei contente pelas atividades e triste ao constatar a dificuldade com recursos. Não há apoio do poder público municipal. A população precisa conhecer este trabalho e, se possível, contribuir para o funcionamento da entidade”, comentou na sessão o vereador Michel.

Deixe uma resposta